A Polícia Civil do Tocantins, por meio da 34º Delegacia de Polícia de Filadélfia, na região norte do Estado, representou pela prisão preventiva de dois irmãos gêmeos de 18 anos, suspeitos de terem matado um homem também de 18 anos, no dia 28 de novembro do ano passado, em Filadélfia. A prisão preventiva foi deferida nesta sexta-feira, 08, pela Vara Criminal da Comarca de Filadélfia e o Inquérito Policial que investigava o caso foi finalizado. A Polícia Civil já tinha representado pela prisão temporária dos irmãos no mês passado, quando tentavam fugir em uma van de passageiros.

Indiciados por homicídio qualificado, ocultação de cadáver e corrupção de menores, os homens confessaram o crime e disseram à polícia que mataram a vítima por conta de uma dívida de drogas. No curso das investigações, a polícia apurou ainda a participação de um menor de idade no crime. Um dos gêmeos já havia sido indiciado também por tentativa de homicídio e tráfico de drogas. O outro irmão confessou um homicídio com arma de fogo, quando era menor de idade.  

O corpo da vítima, em Filadélfia, foi encontrado em uma cova rasa, por investigadores da Polícia Civil no dia 03 de dezembro, cinco dias após o crime, que foi praticado com 21 golpes de arma branca. Os irmãos estão detidos na Unidade Penal de Araguaína à disposição da Justiça.

Deixe seu comentário:

Estado

Estão abertas as inscrições para o edital de seleção de pesquisas Catalisa ICT. A inciativa liderada pelo Sebrae, com a col...

O governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, tem dedicado parte da sua agenda neste início de ano ao atendimento de prefeitos e líderes políticos do in...

A participação da Secretária Municipal de Saúde, Mariana da Silva Coelho, em festa, durante o período eleitoral, sem respeitar as medidas de dis...