O governo pagou o Instituto de Saúde e Cidadania. Circulou na noite de ontem nota informando o valor: R$ 5.427.316,12. Na nota, o governo informa que quitou a inadimplência de dois meses com o Instituto que, agora, poderia normalizar o atendimento com a aquisição de insumos e medicamentos.

Entre a cobrança pública e o pagamento, o governo agiu rápido. Uma agilidade que não teve para conferir notas fiscais (como justificava a Secretaria de Saúde). Ainda que o contrato estipulasse um prazo de cinco dias para o expediente, precisou de dois meses para a conferência.

Para você ter uma idéia do território onde a Saúde pisava com os atrasos de pagamento: no Estado (boletim de ontem) existiriam 120 pacientes internados em UTI Covid-19. No Tocantins, o Instituto de Saúde e Cidadania é responsável por 67 UTIs Covid-19!!! Das quais, 30 na Capital (HGP), 17 em Araguaína (HRA) e 20 em Gurupi (HRG).

O pagamento resolveu a questão por enquanto. O instituto já começou a adquirir medicamentos para desbloquear os leitos que ficaram desmobilizados por falta de medicamentos e insumos.

No HGP foram obrigados a fazer empréstimos de medicamentos para abrir cinco leitos. Com a quitação da dívida, na noite de ontem a idéia era abrir mais duas UTIs em Araguaína e outra em Gurupi.

O atraso não tem correlação com falta de financeiro. E sim com a burocracia que a Secretaria de Saúde teria instrumentos para eliminar como o decreto de estado de calamidade em vigor. Caso contrário, não disporia a obrigação do prazo de cinco dias no contrato.

Num Estado onde a Covid-19 retorna com força total, com uma média de 500 contaminados a cada 24 horas e 1.334 óbitos.

Confira a Nota da Secretaria de Saúde

Nota

O Governo do Tocantins informa que foi pago ao Instituto Saúde e Cidadania (ISAC), na manhã desta quinta-feira, 21, o valor de R$ 5.427.316,12, correspondente aos serviços prestados e estratificados pelas notas anteriormente apresentadas. Tal valor é suficiente para quitar eventuais folhas de pagamento inadimplidas, como também, retornar imediatamente as atividades pertinentes à Instituição, que cuida dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva Covid-19, no Estado. Vale ressaltar que, após a confirmação do pagamento, o próprio Instituto já declarou que iniciou o processo de compra de medicamentos e insumos, para reabastecer os estoques das UTIs Covid-19 nos hospitais regionais de Gurupi e Araguaína, bem como, no Hospital Geral de Palmas.

Palmas, 21 de janeiro de 2021.
Secretaria de Estado da Saúde
Governo do Tocantins

Deixe seu comentário:

Destaque

Não é preciso ir longe para observar os problemas da vacinação no Estado. De 18 de janeiro (quando chegaram os primeiros imunizantes), o governo dis...

Caros, o governo aplicou em 2020 na saúde e educação valores superiores à determinação constitucional. Foram 26,07% na edu...

O deputado Arthur Lira visitou nesta segunda o governador Mauro Carlesse. O encontro foi no Palácio Araguaia. Lira roda o país atrás de votos dos deputados fed...