O secretário estadual de Saúde, Edgar Tolini, meteu-se numa confusão de bom tamanho. A Justiça teria concedido medida protetiva à sua esposa. É um drama pessoal como tantos outros, mas repreeendido,  no que causa (ou pode causar) às vitimas, pela sociedade.O problema se agrava para além da fragilidade física da vítima. É que, como exerce cargo no governo, a questão volta-se ao Palácio Araguaia. Se afasta o Secretário, estaria condenando-o antecipadamente. Se não o faz, endossaria o comportamento na administração  pública. Afinal, não é comum homens despacharem tapas em mulheres (como o acusam e entendeu preliminarmente a Justiça) para resolver questões pessoais conjugais. Em pleno Outubro Rosa.

Deixe seu comentário:

Ponte Aérea

O secretário de Finanças de Palmas, Rogério Ramos, celebrando o Refis com toda razão. O programa já significava até quarta a neg...

Saia justa

01/12/2021

O presidente da Adetuc, Hercy Filho, foi colocado numa saia justa ontem no Jalapão. Defensor, com razões técnicas, da concessão viu-se diante da dec...

Maria Mendonça

30/11/2021

Parecer favorável da senadora Kátia Abreu pode ser aprovado nesta terça na Comissão de Infraestrutura do Senado. O PL determina obr...