Os óbitos e a falta de leitos de UTI Covid-19 no Hospital Regional de Porto Nacional devem recair no colo do deputado Antônio Andrade e dos demais seis deputados estaduais portuenses. Praticamente a maioria aliada do govenro. Em Porto é nítida a rejeição e contrariedade aos parlamentares em função da situação calamitosa (que não é de hoje) do Hospital Regional da cidade que tem ainda o vice-governador do Estado. Antônio Andrade controla politicamente o HRP há mais de uma década. E a situação é a mesma. A morte do comerciante João Terror (conhecido de todos os deputados por histórico em Porto) pode ter acendido o rastilho da pólvora.

Deixe seu comentário:

Ponte Aérea

Cotas

12/05/2021

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins (Aleto), deputado Antônio Andrade (PTB), recebeu na manhã desta terça-feira, 11, representantes da...

CDC neles

10/05/2021

Após protagonizar uma "briga" entre três deputados estaduais portuenses, a cidade vê, agora, encabulada, encafifada e sentindo-se lesada,&nb...

Frente ampla

09/05/2021

O superintendente do Sebrae Tocantins, Moisés Gomes, defendeu esta semana ao blog a necessidade de acompanhamento da população e dos parlamentares do cum...