A Secretaria de Saúde apresentou ontem o relatório do segundo quadrimestre de 2020 aos deputados.  Pelo números, a Saúde no Estado pode fechar o ano com volume recorde de recursos.

A previsão orçamentária para o setor em 2020 era de R$ 1 bilhão e 713 milhões. Até o segundo quadrimestre (agosto) já havia despesa autorizada que elevava-se a R$ 2 bilhões e 15 milhões. Sendo que R$ 1 bilhão e 280 milhões já estavam empenhados há três meses.

Disto se tem que, até agosto, já havia a previsão de R$ 302 milhões (na saúde) a mais que o previsto no orçamento aprovado em dezembro de 2019. Ou seja: 17,6% a mais que o projetado.  E um saldo de R$ 734 milhões para ser realizado no último quadrimestre que se encerra daqui a 22 dias.

Ponto positivo: nos dois quadrimestres, o governo destinou 17,61% das receitas para a saúde contra a obrigação constitucional de 12%. Foram R$ 825 milhõe e 840 mil. Ou seja, R$ 263 milhões a mais dos R$ 562 milhões que era obrigado a aplicar no setor.

Deixe seu comentário:

Destaque

O deputado Arthur Lira visitou nesta segunda o governador Mauro Carlesse. O encontro foi no Palácio Araguaia. Lira roda o país atrás de votos dos deputados fed...

O líder do governo na Assembléia, deputado Ivory de Lira, deu hoje sua contribuição à possibilidade de atraso na votação da Lei Or&...

A Secretaria da Fazenda registrou um excesso de arrecadação nas receitas correntes (fonte 0100) de R$ 1 bilhão 165 milhões e 925 mil de janeiro a out...