O Sicredi, instituição financeira cooperativa com presença em todo o país, liberou R$ 34,5 bilhões aos produtores rurais nos primeiros sete meses do Plano Safra 2023/24 (julho a janeiro). O valor representa um crescimento de 11% em relação ao mesmo período do ano-safra anterior e foi concedido por meio de 211 mil operações.

 

Custeio foi a finalidade com maior representatividade nas liberações. Ao todo, foram R$ 18,6 bilhões, um crescimento de 15% em relação ao ano anterior, chegando a mais de 138 mil operações. Investimentos registrou o montante de R$ 7,6 bilhões no período, com mais de 38 mil operações.

 

As operações realizadas via Programa de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp) atingiram o montante de R$ 8,5 bilhões, representando um crescimento de 27%. Já via Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) foram liberados R$ 8,1 bilhões por meio de 121 mil operações. Também em atendimento aos produtores, foram liberados R$ 7,6 bilhões por meio da Cédula de Produto Rural (CPR).

 

Os recursos liberados via Programas do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) também tiveram um crescimento expressivo. Ao todo, foram R$ 5,1 bilhões, aumento de 50% em comparação com o mesmo período da safra anterior.  No ano de 2023, o Sicredi foi o principal agente financeiro na concessão de recursos do banco de fomento.

 

“Nosso relacionamento próximo e presença nas comunidades rurais possibilita a oferta das melhores soluções aos produtores, com base em suas necessidades. O Sicredi é a segunda maior instituição financeira do Brasil em carteira agro e nossa busca é por oferecer condições justas para os produtores, pois temos interesse genuíno no fomento do agronegócio há mais de um século” afirma Thiago Rossoni, superintendente de Agronegócio do Sicredi.

 

O Sicredi é a segunda maior instituição financeira do Brasil em carteira agro, que atualmente ultrapassa os R$ 83,4 bilhões em saldo. Por meio de mais de 2,6 mil agências, distribuídas em 1,9 mil municípios de todas as regiões do Brasil, a instituição atende a mais de 700 mil produtores rurais, sendo 95% pequenos e médios produtores.

 

Deixe seu comentário:

Nacional

  O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Flávio Dino concedeu nesta sexta-feira (19) prazo de 15 dias para o Congresso se manifestar sobre o suposto de...

  O rendimento médio mensal domiciliar per capita do Brasil chegou a R$ 1.848 em 2023. Esse é o maior valor já apurado no país...

  Novas doses da vacina contra covid-19 devem chegar na próxima semana para serem distribuídas aos estados, segundo o Ministério da Saú...