O domingo foi de fortes emoções para três das maiores torcidas do país que acompanharam a 36ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O líder Internacional derrotou por 2 a 0 o Vasco da Gama, em São Januário, no Rio de Janeiro, e complicou ainda mais a situação do Cruzmaltino, que tenta escapar da zona de rebaixamento (Z4). Com a vitória, o Colorado foi a 69 pontos, e pode conquistar o título antecipadamente na próxima rodada contra o Flamengo, no domingo (21) que vem, no Maracanã, quebrando um jejum de 41 anos sem o título do Brasileirão. Também no Rio, o Rubro-Negro levou a melhor nesta tarde sobre o Corinthians, ao ganhar por 2 a 1, mantendo a vice-liderança do campeonato, com 68 pontos, a apenas um de alcançar o Colorado. 

Em São Januário, bastaram nove minutos para Rodrigo Dourado abri or placar de cabeça, após cobrança de falta de Moisés, direto na grande área. O juíz esperou a confirmação do gol pelo Árbitro de Vídeo (VAR), mas o dispositivo técnico apresentou problemas, e o gol foi validado pelo árbitro de campo Flávio Rodrigues, quatro minutos depois da falta. 

No segundo tempo, o Cruzmaltino teve a chance de empatar após confirmação de pênalti pelo VAR, cometido aos 32 minutos, pelo zagueiro Victor Cuesta em cima de Germán Cano. Mas aí, o atacante argentino desperdiçou a cobrança: chutou rasteiro e a bola foi para fora, do lado direito do gol de Lomba. Nos minutos finais, o Colorado botou pressão e já nos acréscimos, Thiago Galhardo ampliou e sacramentou a vitória por 2 a 0.

Com a derrota, o Vasco segue no Z4, com 37 pontos, na 17ª posição. Para seguir na Série A, o Cruzmaltino precisa ganhar na próxima rodada, contra o Corinthians, em São Paulo, e torcer pela vitória do Fortaleza contra o Bahia (16º colocado) no Castelão, domingo (21) que vem.

Vitória rubro-negra no Maracanã

Com apenas nove minutos de partida, e pressão rubro-negra para cima do Corinthians,  Willian Arão abriu o placar no Maracanã, após cobrança de falta de Arrascaeta. O zagueiro subiu mais alto que Bruno Méndez e cabeceou certeiro para o fundo da rede. O Timão chegou ao empate aos 19 minutos, após passe primoroso de Araos para  Léo Natanael, que chutou com categoria. No segundo tempo, também aos nove minutos, Gabigol ampliou para o Flamengo. A jogada começou com um chute colocado de Bruno Henrique, o goleiro Cássio deu rebote, e Everton aproveitou e cruzou para Gabigol marcar e selar a vitória rubro-negra. O gol de Gabigol foi validado pelo VAR: houve dúvidas se ele estava em posição de impedimento.

Deixe seu comentário:

Nacional

Por 6 votos a 4, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a Petrobras não precisa se submeter aos procedimentos de contratação na adm...

A jovem Lauana Maria Akutsu, de 18 anos, que está morando há 15 dias em uma república jovem no bairro Itaquera, em São Paulo, morou em abrigos desde os...

Neste sábado, às 18h, o Flamengo recebe o Macaé no Maracanã em partida válida pela 2ª rodada do Campeonato Estadual do Rio de Jan...