O governador em exercício do Estado do Tocantins, Wanderlei Barbosa, autorizou nesta quarta-feira, 1º, que seja composta uma Comissão Técnica para levantamento e estudo do montante referente aos passivos gerados junto aos servidores públicos estaduais do quadro da Educação.  O anúncio foi feito durante reunião realizada nesta manhã com o secretário executivo da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), Fábio Vaz, e membros da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Tocantins (Sintet). 

A Comissão terá o objetivo de avaliar a viabilidade orçamentária do Estado e apresentar uma proposta com  ações para a resolução das demandas apresentadas. “Se nós podemos diminuir o tamanho desse passivo nós vamos diminuir, mas precisamos primeiro saber o tamanho dessa dívida, por isso, o secretário Fábio está autorizado a conduzir essa discussão e fazer esse levantamento", destacou o Governador. 

Na oportunidade, o governador Wanderlei Barbosa ressaltou que a área da educação é uma prioridade da sua gestão. “Eu estou às ordens para discutir com a categoria, as soluções para as demandas apresentadas aqui hoje, porque a educação é uma prioridade pra mim. O que for possível fazer, dentro da linha da legalidade, nós vamos fazer”, reforçou.  

O secretário executivo da Seduc, Fabio Vaz, explicou que o próximo passo será convidar demais secretarias para fazerem parte da Comissão e dar início aos trabalhos. “Vamos convidar as demais secretarias envolvidas nessa discussão como Administração, Fazenda e Planejamento; buscar a paridade para o sindicato para que possamos fazer essa construção de maneira conjunta, fiquei muito feliz por essa determinação do governador”, disse. 

Encontro positivo

O secretário-geral do Sintet, Carlos de Lima Furtado, avaliou o encontro como positivo e destacou a expectativa de avançar nas discussões. “Nós da Educação temos uma pauta muito extensa e que está represada, e nesse encontro de hoje nós conseguimos explicar para o Governador as demandas e recebemos um posicionamento positivo, que é a criação da Comissão que será o nosso canal de negociação com o Governo. Com certeza nós estamos muito felizes com esse avanço rumo a valorização dos trabalhadores da Educação”, disse. 

Participaram do encontro também, representando o Sintet, o secretário de Finanças, Nilton Pinheiro, o secretário de Políticas Educacionais, Iata Anderson; a secretária de Formação, Silvínia Pires; o assessor jurídico, Silvânio Mota e a assessora de imprensa, Nubia Martins.

 

Deixe seu comentário:

Estado

Um homicídio qualificado, ocorrido no dia último dia 10 de janeiro do corrente ano, em Araguatins, foi completamente elucidado pela Polícia Civil do Toc...

Dados do Núcleo de Coleta e Análise Estatística (Nucae) da Secretaria de Segurança Pública do Tocantins (SSP-TO) mostram que somente nos pri...

Os candidatos que prestaram o Vestibular da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) já podem conferir o resultado final do certame e a lista de aprovados de cada cur...