A primeira dama do Estado,Karine Sotero, tem chamado a atenção nos bastidores que pode exigir esforço político do governador Wanderlei Barbosa para conter dissensos (ou formar consensos) na base governista. De forte personalidade, Karine já mostrava seu perfil assertivo desde a Secretaria de Meio Ambiente, que foi intensificado no cargo de primeira dama. Há meses já tem divulgado suas movimentações à imprensa. A construção é óbvia: uma pretensa candidatura. Nada novo. Marcelo teve Dulce Miranda e Moisés colocou Dona Virgínia na Fundação Santa Rita de Cássia. Siqueira, Carlos Gaguim, Sandoval e Mauro Carlesse o evitaram com suas esposas. No governo Wanderlei políticos (até com mandato) quando cobrados por requerimentos não atendidos no Executivo já ecoam: fale com a primeira dama. Ontem Karine, sem importar-se com a "chorumela" da turma, visitou o programa Jovem Trabalhador, considerado pelo governo capaz de " inserir no mercado de trabalho mais de 2 mil adolescentes e jovens, em situação de vulnerabilidade social, com idade entre 16 e 21 anos, residentes nos 139 municípios do Tocantins". De família tradicional de Tocantínia e Porto Nacional, não se pode falar que não tenha carisma ou desconheça o Estado. E não saiba onde está o voto. É ver o que pensa o eleitor se for essa a vontade da primeira dama..
 

 

Deixe seu comentário:

Ponte Aérea

A ex-senadora Kátia Abreu acontecendo. No pós política-partidária. Ontem foi uma das convidadas especiais da posse do novo ministro do STF, Fl&...

IA nos fatos

22/02/2024

O secretário de Parcerias da Prefeitura de Palmas, Hiran Gomes, entregou cargo ontem. O ofício 035/23 em que agradece Cinthia Ribeiro a confiança é de...

No último dia 9 de fevereiro, a revista IstoÉ Dinheiro escreveu isto aqui: "Depois de superar a saraivada de críticas e de questionamentos nas últi...