Após protagonizar uma "briga" entre três deputados estaduais portuenses, a cidade vê, agora, encabulada, encafifada e sentindo-se lesada,  um comercial de TV propagando a belezura do Hospital Regional de Porto Nacional. Se a coisa fosse séria, haveria processo por venda de produto falso ou propaganda enganosa. Direto no CDC. Isto tudo após um ano sem UTI Covid e da descoberta, agora, pelo MPE que a diretoria do hospital pagou a um  médico regularmente os salários entre 2013 e 2015 por 40 horas semanais (oito horas diárias) quando o profissional prestava serviço em hospitais de Minas Gerais simultaneamente. Revolucionando a lei da física: um corpo ocupando dois lugares ao mesmo tempo.

Deixe seu comentário:

Ponte Aérea

Ação necessária

12/06/2021

O deputado Ricardo Ayres no seu movimento político. Pode disputar vaga na Câmara dos Deputados. Enquanto isto vai pavimentando o caminho. Conseguiu esta semana lib...

Derrapada "ciliar

10/06/2021

Uma nota aqui ontem "causou". Tudo porque não expliquei o uso do vocábulo cílio para ligar ao projeto da deputada Luana Ribeiro de criar o Dia Est...

Cílios postiços

09/06/2021

A comunicação da Assembléia Legislativa complicando para a deputada Luana Ribeiro. Publicou na sua página que a deputada haveria proposto ontem um Pro...