É anunciada para esta terça a posse de novos auxiliares do governo. Mauro Carlesse mudou secretários de lugar e agrega outros. O suplente de vereador Jaime Café já estava na base palaciana, tendo sido impulsionado nas urnas pelo sistema. Renato Jaime só troca de lugar. Servidor efetivo da Assembléia, faz parte do grupo de confiança do Chefe do Executivo.

O molho da reforminha, com pouca dúvida, é a ex-prefeita de Brejinho, Miuki Yashida (na Secretaria de Meio Ambiente) e o agropecuarista Paulo Lima (Adapec). Ambos muito próximos da senadora Kátia Abreu. Como também os une a natureza dos motivos para distanciarem-se da parlamentar. Nem Miuki é ambientalista de formação nem Paulo Lima é agrônomo ou veterinário. A liga é a política.

Paulo Lima foi por duas décadas uma espécie de vaqueiro de lideranças e votos da senadora no Estado. A acompanhava desde a primeira eleição no Sindicato Rural de Gurupi, Federação da Agricultura e chefia de gabinete da parlamentar na Capital. Afastaram-se após atritos entre Katia e Paulo Antônio Lima (o filho), prefeito de Alvorada, na campanha de 2018, quando este apoiou Carlesse, depois de Kátia tê-lo apoiado a prefeito em 2016. Paulo Lima (o pai), à época ainda assessor da Senadora, engoliu a seco as críticas pesadas de Kátia ao filho no palanque na cidade em 2018.

Miuki também afastou-se políticamente da Senadora (ainda que não sejam inimigas) magoada com o que considerou tratamento inadequado por parte da parlamentar há cinco anos. Miuki recebeu no ano passado apoio de Carlesse na campanha mas foi derrotada pelo candidato apoiado por Marcelo Miranda.

Como os dois não estavam mais ligados à parlamentar, não poderia a ação palaciana ser tratada como uma beliscada na estrutura da Senadora. Mesmo que os dois ex-aliados possam fazer uso de suas expertises e rede de apoios no convencimento político pró-Carlesse. Mas a simbologia é relevante.

Ou seja: Mauro Carlesse está naquela fase política de ciscar para dentro. E isto não é tática de quem queira ir para casa daqui a dois anos, como disse pensar em entrevista à TV Anhanguera no final de 2020.

Deixe seu comentário:

Ponto Cartesiano

A Secretaria de Saúde fez circular nota na noite de ontem pretextando afastar “quaisquer” riscos de desabastecimento nos hospitais (leitos de UTIs) de pac...

O Fisco estadual conseguiu colocar nos cofres públicos de 1º a 20 de janeiro o equivalente a R$ 234 milhões e 549 mil de arrecadação de ICMS....

Política pura: a bancada de congressistas do Estado que quedou-se literalmente em silêncio (ou não tomou qualquer medida em oposição) quando Jai...