Artistas e produtores culturais contemplados com os editais 017/2020 e 018/2020 da Lei Federal Aldir Blanc, promovidos pela Fundação Cultural de Palmas (FCP), participaram nesta terça-feira, 26, de reunião de orientação para a execução dos projetos. 

Conduzida pela assessora executiva da FCP, Euzeni Pedroso Grim, a reunião teve a finalidade de orientar os contemplados sobre as questões burocráticas relativas ao uso dos recursos de origem federal, tais como prestação de contas, emissão de notas fiscais, declaração de imposto de renda, entre outras.

“Nós buscamos orientar sobre a aplicação dos recursos federais em todos os aspectos, para que os artistas não tenham problemas quanto à prestação de contas e possam participar de outros editais”, ressaltou Euzeni. Em Palmas a Fundação Cultural  contemplou 124 projetos para receberem recursos da Lei Aldir Blanc, em um total de mais de R$ 2 milhões.

“A Fundação Cultural de Palmas tem dado um exemplo de gestão de recursos, tanto de previsão de pagamento como de orientação dos artistas, de pensar na orientação de como executar os projetos antes da punição”, afirmou a atriz e cantora, Cinthia Abreu, contemplada no edital 017/2020 para manutenção de Espaços Públicos.

Deixe seu comentário:

Estado

A Secretaria de Estado da Administração (Secad) disponibilizou nesta quarta-feira, 24, aos servidores da administração pública estadual o com...

As inscrições para o processo de seleção do Cartão do Estudante 2021 foram prorrogadas até o dia 26 de fevereiro. A medida foi pub...

Hoje o Tocantins contabilizou 620 novos casos confirmados da Covid-19, sendo 210 das últimas 24h. O restante é de exames coletados em dias anteriores e que tiveram se...