Três alunos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) em Araguaína seguem para a competição Master Fashion, desafio interno que está testando a aplicação dos conhecimentos obtidos em cursos das áreas de vestuário, e que, ao final, irá premiar a melhor performance na execução de uma peça com o tema Cerrado. Gerciany Sousa, Axel Santiago e Ana Beatriz Sousa foram os alunos que tiveram a maior pontuação em seus croquis (termo que vem do francês croquis e significa esboço), após avaliação de banca técnica, e seguiram para a votação com participação da comunidade em redes sociais para a escolha do desenho que sairá do papel e finalizará a atividade entre os dias 14 e 16 de dezembro no Centro de Educação e Tecnologia do SENAI em Araguaína. 

Inicialmente com 7 competidores dos cursos de Costureiro Eclético e Costureiro sob Medida, o projeto Master Fashion teve início dia 26/11, ocasião em que os participantes criaram um, além de desenvolver a tabela de cores e criar a ficha técnica do look. Esta etapa contou com a participação da coordenadora pedagógica Maria Francilene, a instrutora de gestão Patrícia Carvalho, a instrutora da área de Vestuário Valderez Costa, a presidente do Sindicato das Indústrias de Confecções (SICON-TO) Maria Elieth e o gerente do CETEC de Araguaína Evandro Rodrigues. 

O croqui da aluna Gerciany Sousa foi o mais votado na primeira etapa em enquete nas redes sociais sendo o desenho escolhido para a confecção das peças entre os três participantes que seguiram no desafio. Para a próxima etapa, ela demonstra animação e ansiedade em participar da próxima fase.  

“A competição foi algo inesperado e uma experiência inexplicável, porque foi meu primeiro contato real com o mundo da moda. Estar com meus amigos foi tranquilizador, pois não levamos pro lado competitivo. Não tinha pensado que iria ganhar [a etapa], porém nunca duvidei do meu potencial. Quanto à peça, eu já havia pensado desde a noite anterior e já tinha elaborado na minha cabeça. Não me sinto totalmente preparada, mas tenho tempo para isso e estou ansiosa”, conta a aluna. 

Na 2ª etapa, os três finalistas terão três dias para realizar a modelagem e confecção da peça, ganhando aquele que for mais fidedigno e minucioso na execução da roupa que volta a ser avaliada tecnicamente. Maria Francilene, coordenadora pedagógica do SENAI, explica que a programação inclui oficinas no dia 14/12 para trabalhar o emocional do aluno, vinculado aos desafios em relação a ser colocado à prova e trabalhar sob pressão para desenvolver a sensibilidade de aceitar a perda e a vitória. 

As atividades de modelagem do look (medidas, recortes, etc) e o processo de confecção/costura acontecem no período da tarde dos dias 14, 15 e dia 16, até 16h, quando será reunida a banca para avaliação. A finalização e premiação acontece às 18 horas do último dia de competição.  

Deixe seu comentário:

Estado

Já estão disponíveis os recursos no valor de R$ 50 milhões, que foram liberados pelo Banco de Brasília (BRB) ao Estado do Tocantins para con...

Devido ao excesso de cães abandonados nas ruas e em estado de maus-tratos, o Ministério Público do Tocantins (MPTO) expediu recomendação nesta te...

O corpo de um caseiro que cuidava de um rancho às margens do Rio Tocantins, numa área conhecida como Vila Quixaba, na BR-242, em Gurupi, foi encontrado na man...