Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
  • Home
  • Ponto Cartesiano
  • Vigarice intelectual segue seu curso ante a lógica natural!! Só alto grau de alienação para enxergar abacaxi em manga só por indução!
Ponto Cartesiano

Vigarice intelectual segue seu curso ante a lógica natural!! Só alto grau de alienação para enxergar abacaxi em manga só por indução!

A vigarice intelectual do discurso (no seu curso intolerante) contra uma decisão de governo de criar uma diretoria de combate à corrupção é tão arrogante como o é a natureza dos fins que buscaria: poder de política da polícia.

Nada mais eloquente que o concurso na causa de um humorista talentoso, caricato de muito do que pudesse atrair afeições ideológicas de classe social, gênero e raça. Um manjar de canal nas redes sociais para qualquer causa.

O discurso dos delegados pelo poder (e é disso que se trata) só pega incautos. Aposta na dialética contra a lógica natural. Falsos juízos são frequentes. Falsos silogismos, não!!! É fácil demonstrar a carência de sua dialética que, pela estratégia e termos empregados, não enfrenta a lógica natural:

1)  a criação da diretoria foi uma determinação  do Ministério da Justiça (Ofício 121/2019/MJ).

2) A criação da diretoria de combate à corrupção não implica na extinção da delegacia especializada, razão de sua própria criação.

3) haverá a diretoria e a delegacia especializada já que uma não extingue a outra.

4)Os delegados da especializada continuarão os mesmos com os mesmos inquéritos e investigações

5) o titular da diretoria será um delegado conforme o projeto de lei aprovado pelos deputados. Vejam que diretor não é titular de inquérito. Cargo de livre nomeação.

Mas se lê nas redes que a delegacia , mesmo prestes a ser extinta, teria indiciado o presidente do Legislativo. Ou seja, os delegados da delegacia seriam os últimos bastiões da resistência. Depois disso, por causa disso. Não é porque o galo canta que o sol nasce, não é verdade? Mas eles não ligam para esse negócio de lógica.

Ora, os delegados são muito bem pagos é para investigar mesmo!!! Mas devem fazê-lo dentro do que determina a lei. Não são senhores do estado de direito!!! Não são promotores nem juízes!!! E não tem competência para determinar políticas públicas de segurança!!!

Não há na lei que cria a diretoria vírgula que dê suporte ao raciocínio de que a delegacia especializada será extinta. Ela só mudará de nome!!!! Ou seja, os delegados querem influenciar até o nome das delegacias que assumiriam. E correspondem a isto uma suposta interferência governamental no combate que fariam ao crime!!!

Não há na lei nada equivalente a  que titulares de inquérito (que não podem pela lei ser retirados de investigações que presidem) serão removidos. Como apurou este blog, vai ser publicado um regimento com as funções da Diretoria de Combate à Corrupção  e ao Crime Organizado e que será dirigida por delegados.A delegacia de combate à corrupção será mantida.

Ah, LA, e porque este celeuma todo? Política!!! Parte dos delegados (especialmente estes garotos que lograram êxito em concursos porque tiveram tempo e grana para pagarem cursinho de múltipla escolha, sem fundamento filosófico ou leitura mais ampla) e que gostam mais das repercussões das redes sociais que do trabalho pelo qual são pagos para fazer dentro da lei. No fundo (eles próprios não sabem porque ou para que) querem interferir na política. E como: fazendo uso de suas atribuições para angariar apoio popular de desavisados.

Mas são delegados: podem indiciar ou investigar qualquer um sem o princípio do contraditório. Inquisitivo. E mandar bala na divulgação de suas impressões mesmo antes de encaminharem suas deduções contra suas vítimas ao Ministério Público.

Posts relacionados

Demais poderes com reajuste cascata de 16% do STF podem colocar água no chopp do governo no enquadramento!! Tira de um lado e se põe do outro!!

luizarmandocosta

Até quando age certo administrativamente, governo se perde politicamente: justifica redução do orçamento sugerindo produto de decisão política de governos no 1º ano

luizarmandocosta

Ignorando decisão judicial, governo homologa empresa de vistoria veicular, cujo credenciamento foi considerado viciado e ilegal pela Vara da Fazenda Pública: um contrato que pode elevar-se a R$ 8,4 milhões anuais!!!

luizarmandocosta

Deixe seu comentário