Crédito: Divulgação

Discutir o racismo através do audiovisual e valorizar a produção de cinema realizada por afro-brasileiros, sobretudo da região Amazônica, são os objetivos do II Festival de Cinema Negro Zélia Amador de Deus. O evento será on-line e ocorrerá entre os dias 25 próximo e 10 de dezembro. Essa edição tem como grande homenageada, a diretora de cinema e atriz paraense Rosilene Cordeiro. As   produções das cineastas tocantinenses: Lucrécia Dias, de Arraias, com o curta-metragem A Sússia, Helen Lopes, de Natividade, com a obra Romana. Confira tudo no site www.todesplay.com.br  e pelas redes sociais. 

 

Deixe seu comentário:

Versátil - Mariah Soares

Single

08/05/2021

A artista RAIA está nas plataformas digitais com o single  “Regras do Jogo”. O trabalho lida com  os fatores da  desigualdade social. Cantora, com...

Pirei

08/05/2021

Você já pode conferir no Youtube o mais novo trabalho de Piettro Lamonier  intitulado “Pirei.” Além da envolvente canção o cli...

Antologia

08/05/2021

Estão abertas as inscrições para a Antologia Tocantina 2021 - José Gomes Sobrinho. O projeto, de autoria do escritor, jornalista e gestor cultural, Ron...