Na tarde desta segunda-feira, 1º, uma ação de combate à criminalidade deflagrada por policiais civis da 10ª Delegacia de Atendimento à Mulher e Vulneráveis (DEAMV - Dianópolis) resultou na prisão em flagrante de um homem de 19 anos, o qual é suspeito pela prática do crime de posse irregular de arma de fogo. A ação contou com apoio de agentes da 14ª Central de Atendimento da Polícia Civil e da 100ª DP de Almas.

 

O delegado titular da 10ª DEAMV, Márcio Duarte Teixeira, responsável pelo caso, explicou que a prisão do indivíduo foi realizada em meio a um cumprimento de mandado de busca e apreensão. "Temos uma investigação em curso que apura um crime no qual um adolescente teria sido atingido por um disparo de arma de fogo, efetuado por outro adolescente, fato ocorrido no último dia 3 de fevereiro, durante uma discussão em um bar de Dianópolis", explicou.

 

“Logo após tomar conhecimento do crime, a Polícia Civil adotou as providências necessárias e identificou o autor do disparo de arma de fogo, que também seria um adolescente”, complementou o delegado.

 

De posse das informações foi representado por um mandado de busca e apreensão na residência onde o menor estaria vivendo. Porém, durante as buscas, ele não foi encontrado no local.

 

No entanto, no interior da residência, os policiais civis encontraram e apreenderam algumas munições intactas e dois trabucos (espécie de arma artesanal). Em continuidade às buscas, os policiais civis diligenciaram até outro endereço, onde a arma foi encontrada de posse de um indivíduo de 19 anos, que foi preso em flagrante.

 

Conduzido até a sede da 14ª Central, o homem foi autuado em flagrante por posse irregular de arma de fogo e, logo após a realização dos procedimentos legais cabíveis, recolhido à Unidade Penal Regional local, visto que não pagou a fiança arbitrada pela autoridade policial.

 

Ao comentar sobre a ação, o delegado Márcio Duarte ressaltou que o empenho e comprometimento dos policiais civis da 10ª DEAMV, da 14ª Central e da 100ª DP de Almas foram primordiais para a localização da arma de fogo e a prisão do sujeito que estava na posse da mesma.

 

“Gostaria de parabenizar o esforço e dedicação de todos os policiais civis envolvidos nesta ação realizada em Novo Jardim hoje. Graças ao empenho dos mesmos, foi possível localizar a arma de fogo e prender o homem que estava em sua posse, vez que ambos não se encontravam no endereço original, sendo preciso um esforço extra e intensificação nas diligências para que a missão fosse exitosa”, frisou a autoridade policial.

Deixe seu comentário:

Estado

  Um médico de 65 anos e sua esposa de 44 foram indiciados nesta sexta-feira, 19,  pela Polícia Civil do Tocantins pela prática dos crimes de est...

O Quartel do Comando Geral da Polícia Militar (QCG) em Palmas foi palco da solenidade de promoções e entrega de medalhas aos policiais militares do Toc...

O governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, prestigiou na manhã desta sexta-feira, 19, na sede do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), a solenidade em com...