O Ministério Público do Tocantins (MPTO) irá fornecer a lista das pessoas vacinadas no município de Palmas para que a Controladoria-Geral da União (CGU) fiscalize a vacinação contra Covid-19 na capital tocantinense. A decisão foi tomada em reunião do Gabinete Permanente Interinstitucional (GPI) realizada nesta terça-feira, 11 de maio.

 

O GPI é composto por representantes do MPTO, Ministério Público Federal e Ministério Público do Trabalho. A reunião desta terça-feira teve como objetivo traçar estratégias para reforçar a fiscalização da vacinação no Estado do Tocantins.

 

“A ideia é que sejam realizadas ações de fiscalização com base nos bancos de dados nacionais e estaduais para acompanhar os municípios tocantinenses que estão mais atrasados na aplicação das vacinas distribuídas pelo Governo Federal”, disse a promotora de Justiça Araína Cesárea D’Alessandro.

 

Ainda de acordo com a representante do MPTO, a equipe da Controladoria-Geral da União fará inspeções para verificar as condições de armazenamento e estoque dos imunizantes.

Deixe seu comentário:

Estado

O governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, iniciou por Alvorada, no sul do Tocantins, a terceira etapa de distribuição de kits de alimentos para est...

O pleno do Conselho Estadual de Saúde (CES-TO) aprovou nesta quinta-feira, 10, a abertura do curso de Medicina da Unitins no Câmpus Augustinópolis, na reg...

Acompanhe o 453º boletim epidemiológico da Covid-19 no Tocantins 11/06   O Tocantins contabilizou ontem 964 novos casos confirmados da C...