Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
  • Home
  • Estado
  • Assembleia Geral mostra resultados positivos de 2018 e projeta futuro da Coapa
Estado

Assembleia Geral mostra resultados positivos de 2018 e projeta futuro da Coapa

Na noite desta sexta-feira, 8 de fevereiro, o auditório da Cooperativa Agroindustrial do Tocantins (Coapa), em Pedro Afonso, ficou lotado para o mais importante evento de seu calendário anual: a Assembleia Geral Ordinária (AGO).  Na reunião, que contou com a presença de aproximadamente 150 pessoas, entra elas 51 cooperados, foram apresentados os resultados financeiros e das atividades executadas pela cooperativa em 2018, exposto o Plano de Trabalho para 2019 e eleitos os membros do Conselho Fiscal para o período 2019/2020.

O assessor contábil/jurídico da Coapa, João Lopes, explanou sobre os resultados da Pré-Assembleia, ocorrida dia 6 de fevereiro, e detalhou a Prestação de Contas do Exercício 2018, esclarecendo dúvidas dos cooperados sobre as receitas, despesas e investimentos executados.

Na sequência, o conselheiro fiscal Leandro Peres fez a leitura do parecer, recomendando a aprovação das contas. Em votação, as mesmas foram aprovadas por unanimidade pelos associados presentes.

Investimentos em armazenagem

Outro momento que prendeu a atenção dos participantes foi a apresentação do gerente geral da Coapa, Nelzivan Carvalho Neves. Ele mostrou os investimentos feitos na modernização e ampliação da Unidade de Armazenagem de Grãos I, que recebeu um novo secador e um silo pulmão, calçamento e arruamento, e refeitório; e passou por mudanças na área de classificação. As benfeitorias, conforme explicou o executivo, contribuirão para melhorar a recepção, o beneficiamento e expedição dos grãos entregues no armazém, que tem capacidade estática de 60 mil toneladas.

“Estamos dobrando a nossa capacidade de recepção, saindo de 120 para 240 toneladas por hora e com a incorporação da Unidade II, teremos a capacidade de receber 360 toneladas por hora. Essas melhorias beneficiarão nosso cooperado e farão com que a cooperativa aumente a sua receita e a recepção de grão”, disse o gerente lembrando que a partir de 2020, a cooperativa será única no estado do Tocantins com capacidade de receber 360 toneladas de grãos por hora.

Nelzivan Carvalho ainda informou que já está em pleno funcionamento a Unidade de Armazenagem de Grãos II, com capacidade estática de 16 mil toneladas e que funciona num armazém arrendado recentemente pela Coapa. O graneleiro já recebeu 6 mil toneladas de soja da Safra 2018/2019.

Novo Conselho Fiscal

A assembleia ainda elegeu, por unanimidade, o novo Conselho Fiscal da Coapa que terá mandato de um ano e é composto pelos cooperados Lércio Diana, Leandro Bento Peres, Paulo Afonso Piton, Aparecido Amauri Medola Júnior, Emerson José Meneguetti e Fulgênio Branquino.

Resultados positivos                           

Ao celebrar os 20 anos de fundação e bater recordes na Safra 2017/2018, os números apresentados surpreendem e mostram a força da Coapa no agronegócio tocantinense.

O faturamento da cooperativa atingiu o recorde de R$ 152 milhões, enquanto as sobras somaram R$ 846.665,81, valor que foi adicionado, em decisão unânime dos cooperados, ao fundo de contingência da Coapa para investimentos futuros.

Já no balanço patrimonial o total de ativos chegou a R$ 57.003.399,14, tendo como destaque a participação societária, que teve um aumento de saldo de R$ 38.321,69, o que corresponde a um acréscimo de 85,14% em relação ao ano de 2017.

Uma nova realidade

Ao final da AGO, o presidente da Coapa, Ricardo Khouri, disse que o ano que passou marcou uma nova fase na biografia da cooperativa. “O ano de 2018 foi emblemático na história da Coapa, estamos prontos para dar um salto de qualidade e desempenho econômico. Para isso foram anos de investimentos e capacitação. Agora, estamos preparando os nossos armazéns, toda a nossa estrutura, para que os cooperados saibam que estamos prontos para crescer”, destacou.

Para ele, as ações propostas formam um conjunto de estratégias para que a cooperativa atinja os objetivos almejados. “É tudo uma somatória de propostas que unidas irão formar a cooperativa que nós queremos. São atividades desde os recursos humanos, passando pela gestão e a governança, e também o econômico, que irão gerar um resultado coeso para a cooperativa e o associado”, declarou.

Já o vice-presidente Alberto Mazzola lembrou que anualmente a participação dos integrantes do quadro social aumenta e isso reflete nas decisões tomadas pela cooperativa. “Foi uma assembleia muito boa pela participação do associado. O nosso cooperado tem a necessidade de participar das tomadas de decisão da cooperativa. Isso mostra a integração entre os associados e a Coapa”.

Agricultor do município de Santa Maria do Tocantins e cooperado da Coapa há 10 anos, Roberto Ferreira elogiou os resultados e avaliou que desde seu ingresso na cooperativa não via desempenho tão positivo.

Associado há duas décadas, Luciano Calegaro enfatizou que a assembleia é uma oportunidade de quem não pode participar com frequência do dia a dia da cooperativa interagir com outros cooperados, emitir sua opinião, conhecer as ações realizadas pelo Conselho de Administração e saber como a cooperativa investe seus recursos financeiros. “A prestação de contas e a divulgação dos investimentos são importantes, sobretudo nesta nova etapa que a cooperativa passa com a ampliação da capacidade de recepção em suas duas unidades de grãos”, avaliou o agropecuarista.

Metas para 2019

De olho no futuro e focada em ser a principal cooperativa agropecuária da região do Matopiba, que engloba os estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, a direção administrativa da cooperativa também apresentou o Plano de Ação para o ano de 2019, que teme metas específicas para as mais diversas áreas de atuação da Coapa. São elas:

– Implementação das estratégias do PDGC – Programa de Desenvolvimento da Gestão das Cooperativas”, com apoio do OCB/Sescoop;

– Capacitação do Projeto GDH – Programa de Desenvolvimento Humano, com auixilio do OCB/Sescoop;

– Aplicação do Projeto GDA – Gestão Desenvolvimento Econômico-Financeiro, sob consultoria do OCB/Sescoop.

– Incremento aos Núcleos Jovem e Feminino da Coapa através do Formacoop Jovem 2019 e GeraRenda;

– Manter intercâmbios nacionais e internacionais para troca de experiências em boas práticas de gestão, intercooperação e difusão de tecnologia, para promover melhorias na estrutura de governança da cooperativa;

– Operacionalização em campo da plataforma de Gestão Estratégica de Dados e Informações Comerciais, através de leitura por satélite das áreas cultivadas com cultura foco nos municípios da região da Coapa;

– Ampliação e melhoria da estrutura de recepção de grãos, com aumento da capacidade de recepção de grãos;

– Efetivação e início do funcionamento da Fábrica de Ração;

– Aproximação do Conselho de Administração com cooperados através de visitas aos Núcleos e cooperados;

– Capacitação da equipe Técnico/Comercial através de Projeto Treinamento e Capacitação pilar Comercial e Marketing Estratégico.

Posts relacionados

SESI Corrida de Aventura leva cerca de 250 atletas ao mirante do Limpão em Palmas

luizarmandocosta

Mauro Carlesse discute incentivos fiscais com empresários do Grupo Sabão Oeste

luizarmandocosta

Governo diz que deve enquadrar LRF para dar andamento em concurso da Polícia Civil

luizarmandocosta

Deixe seu comentário