Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
  • Home
  • Ponto Cartesiano
  • Sindifiscal diz que busca diálogo e não enfrentamento com o governo para viabilizar PEC do Subteto
Ponto Cartesiano

Sindifiscal diz que busca diálogo e não enfrentamento com o governo para viabilizar PEC do Subteto

“Defendemos uma negociação com o governo buscando uma solução que seja resultado de um entendimento”. A declaração do presidente do Sindifiscal, João Paulo Coelho, ao blog na manhã desta quarta resume bem o ânimo da categoria que busca, agora, uma audiência com o governador Mauro Carlesse.

João Paulo salienta que não há, entre os auditores fiscais, um clima de enfrentamento com o Palácio Araguaia. E que não fizeram ainda uma assembleia para deliberar sobre o assunto, devendo acontecer uma reunião talvez na próxima semana.

Entre os auditores, há técnicos defendendo a entrega de cargos o que, segundo João Paulo, não foi discutido e, portanto, não estaria até agora sendo cogitado. João Paulo adianta que, dentre as possibilidades de tentativa de viabilização da PEC do Subteto estaria o parcelamento (ou escalonamento) de sua aplicação.

Aliás, proposta já feita pelos próprios auditores ainda na administração do ex-governador Marcelo Miranda, em reunião com os secretários da Fazenda, Administração e Planejamento. “Nós estamos buscando o diálogo”, reforçou presidente do Sindifiscal ao blog.

Posts relacionados

Haddad esperneia, mas cortar 17 pontos percentuais em três semanas com Bolsonaro em viés de crescimento é praticamente impossível

luizarmandocosta

No Estado, 43% dos médicos estão na Capital. Sem o Mais Médicos, atendimento de saúde pública no interior pode entrar em colapso

luizarmandocosta

Me ajude aí!!!Ôôh.!!! Governo parece precisar de mais de 12 dias para avaliar crescimento da arrecadação!!!!!É o que vai no JTo deste sábado!

luizarmandocosta

1 comment

D. NETO 7 de novembro de 2018 at 3:20 pm

Tudo tem limite em uma negociação mas quando existe a má vontade por parte dos governantes não tem paciência que resista. Nos estamos no século 21 e essa atitude do governo de ficar pousando de Ditador do Cerrado já ficou no passado século 20 então o Sr governador devia descer do pedestal e negociar o mais rápido possível e honrar a palavra dada na frente da categoria fiscal dentro da sede do SINDIFISCAL antes da eleição.

Reply

Deixe seu comentário