Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
  • Home
  • Ponto Cartesiano
  • Remanejamento e gratificação a delegado significa mudança de cargo e produtividade vira reajuste salarial. É a lente que desinforma informando!!! Que coisa!!!!
Ponto Cartesiano

Remanejamento e gratificação a delegado significa mudança de cargo e produtividade vira reajuste salarial. É a lente que desinforma informando!!! Que coisa!!!!

O governo tem equívocos diários, pode ter em mente controle sobre inquéritos e mostrar-se incoerente no corte de despesas de pessoal. Mas a forma como setores da imprensa e redes sociais reverberam a MP da Produtividade e as gratificações de função e remanejamento de delegados ou é dificuldade de leitura ou coisa pior. Na primeira, uma campanha de esclarecimento do governo ou um pequeno esforço cognitivo de jornalistas e das redes osicias, eliminaria o problema. Na segunda, não.

Portais de notícias estão amplificando que o governo teria transformado cargo de delegado em função comissionada. Loucura total. Cargo em comissão (função de confiança) é de livre nomeação e cargo de delegado e provido por concurso público!!!! Plano de cargos e carreiras!!!! O governo apenas remanejou delegados, no exercício do cargo de delegados, e os beneficiou com uma gratificação!!! No popular, seria um sossega leão.

Tomando o raciocínio como verdadeiro, o governo poderia, a partir de agora, nomear qualquer um cidadão, um cabo eleitoral, como delegado!!!! E os delegados (concursados) pudessem ser demitidos, a partir de agora (sem processo administrativo) já que transformados em cargo comissionado. Não se surpreenda se não aparecer um promotor público abrindo investigação a partir da desinformação.

Até a TVs entraram no caldo: andam veiculando que o governo (com a MP da Produtividade) teria concedido reajuste de 40% nos salários dos servidores comissionados (60% seriam formados de efetivos). Ou seja, daqueles que já ganham mais.

Não é isto que está na Medida Provisória. O projeto prevê incentivo por cumprimento de metas pelos gestores regido por um projeto de lei. Abono não é reajuste de salários. Prêmios por cumprimento de metas são medidas saudáveis e producentes utilizadas não só nas empresas privadas, nos órgãos públicos no país. Só os recebem-aqueles quem cumprirem a meta ou superá-la. É incentivo à melhoria de resultados.

Pode-se até confrontar o governo com fato de, cumprida a meta, o pagamento elevará as despesas com pessoal, quando a administração promete melhorar os 47,67% do segundo quadrimestre. Agora, daí a dizer que o governo concedeu reajuste a uma parcela de servidores e transformou a carreira de delegado em função comissionada vai uma planetária distância.

Posts relacionados

Ainda sem relator na CCJ projeto do MPE que institui licença prêmio retroativa a 15 anos. Pode ser que fique ali por um bom tempo

luizarmandocosta

Mauro Carlesse, pela lógica, pode optar por apoiar reeleição de Luana. A deputada já demonstrou ao Governador ter mais coragem que muito macho-alfa por aí

luizarmandocosta

Segue o curso lógico e previsível de uso político das funções públicas. Tão repetitivo que dá sono não operasse contra a população e os próprios setores que o defendem

luizarmandocosta

Deixe seu comentário