Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Ponte Aérea

Na morte, o que não teve em vida

Os políticos que não lhe dedicaram respeito em vida, estão a circular notas de pesar pela morte de dona Raimunda, a líder quebradeira de côco. Dizia passar necessidades financeiras e problemas de saúde nos últimos meses. Ainda que usada politicamente por candidatos nas eleições, não teve, salvo raras exceções esporádicas, o apoio necessário em vida como sugerem solidarizar-se os políticos no seu desaparecimento. Uma grande liderança comunitária muitas vezes usada por movimentos ideológicos quando representava, literalmente, um símbolo de resistência de moradores sem renda na região mais miserável do país, o Bico do Papagaio, negligenciada pelos mesmos que a celebram na sua partida. Ou seja: simbolizam que, se há a necessidade de se continuar a mesma luta na celebração da líder, é porque pretendem manter as causas que a impulsionam.

Posts relacionados

Expondo omissões

luizarmandocosta

O “paizin”, apenas! Mas tudo!

luizarmandocosta

De novo, eles!!

luizarmandocosta

Deixe seu comentário