Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
  • Home
  • Ponto Cartesiano
  • Estratégia de retirar Carlesse do anúncio público de decisões, pode resultar-se contraproducente. Linguagem e expressão do Governador tem conexão direta com população
Ponto Cartesiano

Estratégia de retirar Carlesse do anúncio público de decisões, pode resultar-se contraproducente. Linguagem e expressão do Governador tem conexão direta com população

Pode não ser a melhor idéia auxiliares de Mauro Carlesse retirá-lo do comando público de decisões governamentais e políticas.

A tática seria colocar o Governador à frente nas notícias boas e excluí-lo das ruins. Uma velha conhecida. Os assessores, entretanto, em larga medida, estão retirando-no publicamente das duas.

No que os formuladores políticos de Carlesse enxergariam problemas, vejo como ativo do Governador. O problema estaria do outro lado.

Tenho poucas dúvidas, por exemplo,  se o discurso do Chefe do Executivo na sua posse não o tenha mais aproximado que o distanciado da população.

Carlesse tem uma linguagem direta. E isto, intuo, facilita sua comunicação não só com seus eleitores, mas com a sociedade política que é atraída também pela forma como é tratada pelo Governador.

Sua linguagem (ainda que tenha deslizes semânticos) é mais próxima da população que a de burocratas ou de gênios da propaganda. Transmite mais sinceridade que fórmulas mágicas requentadas apresentadas em pacote.

A estratégia, assim, pode dar resultado contrário já que com um “produto” popular como Carlesse, buscam protegê-lo do que tem de melhor para levar o pior à população: aquele que quer aparecer só numa boa.

Posts relacionados

MPE recomenda Governo e Prefeitura a revogarem cessão da esposa do Comandante do Corpo de Bombeiro à Corporação

luizarmandocosta

Governo e deputados enfraquecidos por suas tibiezas e ações dúbias que sugerem-nos em conluio por objetivos comuns desligados da população

luizarmandocosta

Sindicatos não podem apoiar candidatos. É a lei. Ou seja: também não podem, conclui-se, ser contra eles. Juiz não pestanejou: mandou Sisemp retirar out-door contra Amastha

luizarmandocosta

Deixe seu comentário