Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
  • Home
  • Ponto Cartesiano
  • É governo gastando errado, população pagando ICMS e auditores arrecadando impostos em profusão: arrecadação de janeiro de R$ 243 milhões supera novamente meta da Fazenda
Ponto Cartesiano

É governo gastando errado, população pagando ICMS e auditores arrecadando impostos em profusão: arrecadação de janeiro de R$ 243 milhões supera novamente meta da Fazenda

Enquanto o governo segue sem critério no gasto do dinheiro público (como é notório em determinadas licitações realizadas), os auditores do Fisco aumentam, a cada dia, a arrecadação do ICMS. Evidente que são recolhimentos das empresas de impostos que cobraram lá no caixa do supermercado ou na bomba de combustíveis e que, em certos casos, só os colocam no tesouro por força da ação dos auditores.

O governo arrecadou de ICMS no mês de janeiro o equivalente a R$ 243,2 milhões. Representa o cumprimento de 102,15% da meta estabelecida pelo secretário da Fazenda, Sandro Henrique. Neste aspecto, não se pode deixar de registrar que Sandro Henrique conseguiu fazer com os auditores e servidores da Fazenda não modificasse seu desempenho que poderia ser outro não fosse a administração de recursos humanos.

Palmas novamente foi a região que mais recolheu ICMS no mês: R$ 86 milhões. O dobro do recolhido na cidade de Araguaína, considerada a capital do boi gordo que entregou ao tesouro R$ 45 milhões de ICMS, sendo seguida por Gurupi com R$ 24  milhões, Paraíso R$ 19 milhões e Porto Nacional R$ 12 milhões.

Posts relacionados

Até quando age certo administrativamente, governo se perde politicamente: justifica redução do orçamento sugerindo produto de decisão política de governos no 1º ano

luizarmandocosta

Irregularidades e ilegalidades do Previpalmas já são indiscutivelmente comprovadas no MPE. CPI pode sair de estilingue a vidraça

luizarmandocosta

Consequências não vem antes. Só depois!!! Aventada rescisão de contrato do governo do RS para Cais Mauá, pode enterrar de vez os R$ 50 milhões do Previpalmas que, na prática, já foi pro beleléu!!

luizarmandocosta

Deixe seu comentário