Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
  • Home
  • Ponto Cartesiano
  • Carlesse se movimenta e isso é bom! Com Bolsonaro tenta reverter inação dos congressistas que comeram poeira no pacote de obras federais!
Ponto Cartesiano

Carlesse se movimenta e isso é bom! Com Bolsonaro tenta reverter inação dos congressistas que comeram poeira no pacote de obras federais!

O governo tem equívocos diários. Uns por inexperiência administrativa (E boa dose de prepotência) e outros (de menor monta, felizmente) por má fė mesmo de determinados gestores (minoria).

Mauro Carlesse, entretanto, não tem ficado sentado esperando algo cair do céu,como se comportava seu antecessor.Pode-se criticá-lo por excessos. Nunca por paralisia.

É caso da audiência de ontem com Jair Bolsonaro. Intuo que, muito embora consiga destravar alguma coisa, o saldo político para os próximos anos é maior.

Os pedidos, em larga medida, dizem respeito às emendas colocadas pelos parlamentares no OGU que Bolsonaro já contingenciou parcela.

Recursos que o governo do Estado recebe via convênios. Incluídos na lei orçamentária. Outros, mera ficção nas atuais circunstãncias: rodovia Transbananal que enfrenta não só problema financeiro-orçamentário. Mas também ambientais.

Aponto que,muito embora estivesse acompanhado dos dois maiores líderes da bancada, senador Eduardo Gomes e deputado federal Carlos Gaguim (com postos de liderança do presidente na Câmara e Senado) um dos pedidos (a inclusão da BR 010/235 no pacote de obras federais lançado esta semana) demonstra a falta de articulação do governo com sua bancada e esta com o governo federal. De outro modo:comeram poeira. Uma reivindicação (e necessidade) de anos!! Dos produtores e moradores da região.

A rodovia é fundamental para escoamento da soja no Nordeste do Estado e da produção de parte do Piaui e Maranhão para a ferrovia Norte-Sul. Fortalece o Estado e o Matopiba. Relevante para um Estado que busca investidores no agro. Japoneses e chineses tem interesse em investir alguns milhões ali. Não o fazem por falta de logística. Deputados e senadores cochilaram e o Estado ficou de fora. Entrar agora é certamente mais difícil.

Outro ponto interessante na comunicação palaciana da audiência presidencial é a informação de que Carlesse teria pedido “apoio” para conseguir os 130 milhões da ponte de Porto.

Combinada com outra informação governamental de que Carlesse teria pedido a Bolsonaro também a revisão de critérios de classificacão do Estado na STN (que não depende só dele e sim do Congresso) sinaliza que o governo do Estado não crê em enquadramento tão cedo.Inviabilizando por enquanto os empréstimos e a ponte.

Ou seja:O crime de responsabilidade praticado pelos deputados ao procrastinarem por três meses a aprovação do orçamento impondo mais dificuldades à população não surtiu resultado esperado.

Mas não há dúvida: Carlesse não tem ficado sentado na poltrona do gabinete. Haveria, portanto, esperanças.

 

 

Posts relacionados

Governo tenta recolocar Matopiba na agenda econômica. Projeto foi engavetado pelo naniquismo político do MDB

luizarmandocosta

Só se estivesse jogando pedra na lua Carlesse iria a um debate que para Amastha é embate ao vivo e em cores. Mamão com açúcar com a retórica que possui!!

luizarmandocosta

Amastha não muda de prosopopéia: dá a entender que haveria uma discussão sobre ele poder ser ou não candidato em 2020 quando CF não permite qualquer dúvida!

luizarmandocosta

Deixe seu comentário